×
  • HOME
  • A EMPRESA
  • SERVIÇOS
  • NOTÍCIAS
  • E-BOOKS
  • CONTATO
  • SEU BOLETO
  • Cuidados com as plantas no inverno

    Dicas de como cuidar das plantas dentro de casa e como cuidar das plantas nas áreas comuns do condomínio no inverno.

    Por: Redator CondoAureum - Em 26 de abril de 2021

    A chegada do frio intenso nos obriga a pensar em métodos específicos para o cuidado com as plantas no inverno, seja dentro dos apartamentos ou nas áreas comuns, como jardins e pátios. É importante ressaltar que manter os hábitos de cuidados adotados no verão podem ser letais às plantas no inverno.

    Como medida de sobrevivência, as plantas se modificam para preservar seu funcionamento na temporada gelada:

    •A queda de folhas é estratégica: o objetivo é reduzir a transpiração foliar, o que preserva a água no interior da planta. Prepare-se para varrer muitas folhas caídas ao chão.

    •Com a redução do volume interno de água a planta resiste melhor ao inverno. Sendo assim, vale a pena reduzir a frequência de regas, ou a planta poderá morrer “afogada”.

    •As plantas vão crescer mais lentamente. Vale a pena reduzir a quantidade de podas, o que reduz custos, também.

    Quem também fica mais lento e preguiçoso no inverno são os fungos e pragas. Isso significa que o inverno é uma ótima oportunidade para reforçar o combate aos agentes danosos. Há grandes chances de eliminação total, dado que estão enfraquecidos com o frio.

    Como cuidar das plantas dentro de casa?

    As plantas internas podem sofrer bastante no inverno. É importante evitar deixá-las expostas em sacadas e janelas quando o tempo estiver muito frio; especialmente quando ocorrerem geadas. O frio intenso pode queimar completamente a planta. Mas cuidado: ao retirar sua planta da exposição ao clima externo você pode acabar privando-a da luz do sol. Prefira alternar os momentos de recolhimento e de exposição. O ideal é tomar sol pela manhã e recolher o vegetal na parte da tarde.

    Como há perda de folhas e crescimento reduzido, é importante podar galhos e folhas secos, doentes ou com aspecto não saudável. E como já falamos, não exagere na rega; a dica é tocar a terra no vaso e verificar se está muito úmida, ou não. Se estiver, regue com ⅔ da água que geralmente é usada. Se estiver úmida, evite regar para não hidratar a terra em excesso, o que pode trazer fungos.

    Outra dica importante é o uso de adubos orgânicos; eles são mais propícios para o inverno. Vale a pena também consultar um botânico especializado e comprar produtos adequados a cada espécie para esta época do ano; toda floricultura tem um botânico de prontidão para lhe ajudar.

    Como cuidar das plantas nas áreas comuns do condomínio?

    Para condomínios de alto padrão, pode-se avaliar a mudança completa das plantas no inverno. Existem diversas espécies de vegetais que são típicos de tempo frios. Elas vão exigir uma adubagem especial, além de poda e rega em ritmos diferenciados. Essa mudança pode trazer um aspecto de renovação ao condomínio, além de dar um toque de elegância e estilo únicos.

    Para condomínios com orçamento mais controlado, o ideal é optar por plantas que resistam bem o ano inteiro, principalmente folhagens e arbustos. Árvores de médio e grande porte também resistem bem e exigem pouca manutenção, mas tendem a perder muitas folhas, o que exige uma limpeza mais constante.

    Será necessário, no entanto, atentar-se aos detalhes descritos anteriormente:

    •Regar e podar menos frequentemente;

    •Aproveitar para lutar com mais afinco contra fungos e pragas;

    •Usar adubos orgânicos;

    •Buscar a opinião de um botânico especialista para verificar as necessidades de cada espécie de planta.

    Mas de uma forma geral, existe um tipo de planta que é presente em praticamente todo condomínio: a grama. Ela é simples de cuidar, mas pode sofrer muito com geadas e com o tempo seco.

    Muita gente acha que a melhor solução é apenas cobrir a grama com terra. Esta prática só é indicada quando há ameaça de geadas, e precisa ser feita com muito cuidado. Do contrário, não faça isso! A terra pode sufocar a grama, além de trazer doenças que podem se desenvolver na primavera. Prefira arejar a grama com garfo de jardim, realizando furos na terra. Em seguida, cubra a grama com areia. Mas atenção: peça a orientação de um botânico ou jardineiro para realizar a cobertura da forma correta.

    Com estas dicas você pode garantir que as plantas no inverno sejam tão belas quanto no verão.

    Fonte: Vida de sindico

    COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    ACOMPANHE O BLOG DA CONDOAUREUM E VEJA TODAS AS PUBLICAÇÕES

    © CONDOAUREUM LTDA. Todos os direitos reservados.